Entrevista con Giulio Pietrantonio

Entrevista con Giulio Pietrantonio Giulio trabaja actualmente en LMRE como consultor de reclutamiento PropTech con un enfoque en el sur de Europa. LMRE pone en contacto a profesionales con talento y empresas Proptech innovadoras a nivel global. Está ...

Entrevistas com peritos imobiliários: Gustavo López Pecho

Introdução Hoje entrevistamos Gustavo López Pecho, Director de Operações do API Group Catalunya. Como perito em proptecnologias e director da Tecnoapi, está bem posicionado para oferecer as suas observações sobre a forma como o sector imobiliário tem...

Introdução

Hoje entrevistamos Gustavo López Pecho, Director de Operações do API Group Catalunya. Como perito em proptecnologias e director da Tecnoapi, está bem posicionado para oferecer as suas observações sobre a forma como o sector imobiliário tem evoluído nos últimos anos. Fala-nos da sua viagem no sector, da sua experiência da pandemia e das suas previsões para os próximos anos.

O Grupo API Catalunya é o maior colectivo de agentes imobiliários da Catalunha, com mais de 60 anos de experiência no sector, e um website imobiliário para apartamentos e casas para arrendamento ou venda. A empresa difere de outros websites imobiliários porque todos os seus imóveis são comercializados por agentes da sua própria organização. Assim, os seus clientes podem ter acesso aos conhecimentos especializados e conselhos de um dos seus agentes imobiliários durante todo o processo de compra, venda ou arrendamento de qualquer uma das suas propriedades.

Entrevista

Floorfy: Olá Gustavo. Para começar, fale-nos um pouco de si e de como entrou no ramo imobiliário.

Olá! sou o COO do grupo API Catalonia e director da Tecnoapi, a proptech que fornece serviços aos seus agentes imobiliários. Passei toda a minha carreira profissional em departamentos de compras e operações em empresas do sector, em todas as suas variantes, e há 8 anos aterrei aqui para ajudar no desenvolvimento de serviços e tecnologia.

Floorfy: Em que consiste principalmente o seu trabalho?

Bem, dentro da minha área existe a parte de serviço e TI, por isso tento saber o que o mercado oferece e tento integrá-lo na nossa plataforma de serviços. Neste momento, esta plataforma é única no mercado porque os nossos agentes têm tudo o que precisam a um clique de distância, quer a levem ou não, o que é outra questão.

Após estes anos, e com o crescimento do ecossistema, decidimos criar um lugar onde os profissionais do sector pudessem encontrar toda a tecnologia propulsora que lhes pudesse oferecer serviços. Esse lugar é mapaproptech.com.

Floorfy: O que o excita no sector imobiliário?

Em primeiro lugar que é algo que envolve pessoas num momento muito importante das suas vidas, coisas incríveis acontecem em torno de ter uma casa e de como a obter. E depois, que há muitas pessoas que todos os dias fazem um enorme esforço para que essas grandes coisas aconteçam.

Floorfy: Na sua opinião, como é que o sector imobiliário se adaptou para ultrapassar os problemas da pandemia?

Tem sido sempre um sector mais avançado do que parece, já passaram mais de 20 anos desde o aparecimento dos primeiros portais imobiliários, portanto há muito tempo que esta adaptação foi forjada e continua. Os agentes sempre se adaptaram à mudança, não são muito resistentes à mudança e a Pandemia revolucionou tudo a um grau tremendo.

Acelerámos sem dúvida a digitalização do sector imobiliário de uma forma tremenda. Acima de tudo, porque os fundadores das novas empresas de proptecnologias sofreram na sua própria carne o facto de fazerem tudo remotamente, o que acentuou a sua ingenuidade. Como sempre, múltiplas soluções emergem de um obstáculo generalizado e isto enriquece o ecossistema de uma forma incrível.

Floorfy: E diga-nos como conheceu a Floorfy, que aspectos da Proptech o atraíram?

Bem, conheci-o há alguns anos, era ainda mais novo, mas a ideia era revolucionária, era claro para mim que haveria uma mudança na forma como podíamos "visitar" propriedades.

Fui atraído por tudo, de repente dás uma terceira dimensão a uma propriedade da minha casa! Tremendo, antes de ter de ir à propriedade para ver esses detalhes. E também, adoro a naturalidade com que não se deixa de inovar, acrescentando valor à proposta inicial. Eu ainda era uma start-up cheia de ilusões, quando já se é muito mais.

Floorfy: E, finalmente, na sua opinião, o que falta fazer para modernizar o sector imobiliário?

Acima de tudo, há ainda a administração....que, pois está sempre 20 anos atrasada. A tecnologia já permite a realização de transacções de qualquer parte do mundo, mas as administrações não permitem o registo desta compra digitalmente.

As compras de moeda criptográfica, a 'tokenização' de bens imobiliários ou dívidas também ganhará um tremendo impulso. E, claro, a realidade aumentada, a ligação entre as proptecnologias e ...ansiosos por ver o seu novo passo digital.

image-2-1

Related Post:

Entrevista com Mark Hurst

Entrevista com Mark Hurst Mark é CEO da HurstX Solutions (HXS), uma empresa de consultoria e assessoria especializada em...

Entrevistas com peritos imobiliários: Artur Cardoso

Entrevistas com peritos imobiliários: Artur Cardoso Artur tem bastante experiência imobiliária, com mais de 25 anos no s...

Entrevistas com Peritos Imobiliários: David Piggins

Entrevistas com Peritos Imobiliários: David Piggins David juntou-se recentemente à Floorfy UK como Director de Desenvolv...